Ousada Aventura

byHeloisa©

Meu amor,

Você não sabe o que fiz ontem. Como meu marido viajou e só volta hoje, sábado depois das 2 da madrugada, Tendo ficado impressionada com aquele travesti na televisão, procurei um anúncio de travestis de programas. Tomei coragem e fui ao orelhão ligar para ver se ele saia com mulheres. Combinamos, tomei um taxi e lá fui eu para o Edifício Itália, no centro da cidade, até o apartamento dele. Nem queira saber o medo que senti de alguém me ver, ser assaltada, enfim medo de coisas ruims.

O anúncio dizia que o travesti era bonito, mas pessoalmente era muito mais lindo. O nome dele era Bruna. Vestia jeans e uma blusa solta que lhe marcava os bicos dos seios. Seus quadris eram muito bonitos e suas pernas eram longas e bem torneadas.

Entrei em seu apartamento e percebi que era decorado com muito bom gosto. Bruna serviu-me um suco gelado e perguntou-me o que gostaria de fazer. Nessas alturas, já estava querendo ir embora sem fazer nada, de tão nervosa que estava.

Ao perceber meu nervosismo, sentou-se a meu lado e inclinou minha cabeça em seu ombro. Seu perfume era muito suave e gostoso. Enquanto me confortava, passando a mão em minhas costas, para cima e para baixo, não agüentei. Pus minha mão sobre o seio dela e comecei a acariciá-la. Não era silicone. Apenas o resultado de muitos anos de hormônio feminino. Bruna perguntou se eu queria que ela tirasse a blusa. Não conseguia nem falar, mas fiz que sim com a cabeça. Tirou a blusa e guiou minha mão para o seus seios enquanto enfiava a mão por detrás de meus Jeans. Acariciava-me por detrás, enquanto eu, gulosa, já tinha seu seio em minha boca. Tirei seu sutiã e enfiei meu rosto entre aqueles seios miúdos e bonitos. Também tirei minha calça jeans e minha blusa. Ao ver meus seios, Bruna os achou lindos (muito maiores do que os dela) e perguntou se podia beijá-los e começou a passar a língua em todo o meu busto e a chupar os bicos, um pouco num bico, depois no outro. Os bicos de meus seios ficaram duros e salientes, oferecendo-se para a língua de Bruna.

Nessas alturas eu já estava querendo ficar toda nua abrir as pernas e dar para Bruna. Pedi a ela que tirasse as calças e ficasse só de calcinhas. Quando desceu os jeans, vi o volume em suas calcinhas. Não me contive e enfiei minha mão em sua calcinha. Bruna tinha um pau muito, mas muito maior do que o de meu marido. Acho que nunca havia visto tão grande assim, pois não conseguia encostar o polegar no indicador ao redor do pau dela. Bruna já estava excitada e seu pau estava duro como uma pedra.

Acariciando-a, tirei sua calcinha e comecei a roçar nela. Meu tesão era muito grande, mas só conseguia pensar em você. Pedi a ela se podia chamá-la de Patrícia. Ela então me perguntou se eu era lésbica. Disse que era e que estava apaixonada por você e que gostaria de fazer de conta que estava transando com vc.

Fomos até o quarto de “Patrícia” e me deitei na cama. Ela começou a beijar-me na boca, tão gostoso que quase gozei. Deitou-se por cima de mim e me esfregava o pau entre minhas coxas. Abri as pernas para recebê-la, mas ela enfiou dois dedos em minha xoxa e perguntou-me se eu já havia dado atrás. Disse que sim, mas só com vibrador e dedo. Ela lubrificou um dedo e enfiou-me atrás enquanto tinha três dedos na minha xoxa. Comecei a mexer. Quando mexia para trás, um dedo entrava em meu cuzinho; quando mexia para frente, três dedos entravam na xoxa. Enfiou mais um dedo atrás de mim e encostou a cabeça de seu pau em minha xoxa. Era muito grande. Disse a ela que não conseguiria enfiar tudo. Patrícia afastou-se, enfiou sua cabeça em minhas pernas e lambeu meu grelinho até me encher de saliva. Em seguida pediu que abrisse a xoxa bem aberta e foi deslizando seu pau dentro de mim: punha um pouco, tirava um pouco. Cabeça, metade e meteu tudo, até encostarmos nossos pelos.

Aquilo foi me preenchendo tanto que pensei que chegaria aos ovários. Depois de um pouco de dor e desconforto, comecei a me mexer com o pau do travesti rasgando minha bucetinha. Estava tão gostoso que desejei você que estivesse ao meu lado. Gozei feito uma tarada e gemia, “Ai, Patrícia, mete, enfia esse pau gostoso em mim, me rasga a xota, me arromba, Patríciaaaaaaa!. Levantava os quadris para cima, até não ter mais nada que entrar. Fiquei inteirinha molhada.

Patrícia também queria gozar. Estava com camisinha mas disse que eu a havia deixado louca. Então pedia a ela que deitasse e comecei a lamber seus seios, desci pelo umbigo e enfiei seu pau em minha boca. Apesar da camisinha, ela começou a meter em minha boca, como se fosse uma xota. Segurou-me pelos cabelos e puxava e empurrava minha cabeça tanto que cheguei a ficar zonza. De repente vem o gozo de Bruna. Pena que estava de camisinha. Enfiou seu pau na minha garganta que pensei que morreria asfixiada, mas gozou tanto que teve de sair correndo para o banheiro para não estourar a camisinha. Ao voltar do banheiro, perguntou-se se estava satisfeita com a “Patrícia”. Disse-lhe que gostaria de gozar um pouco mais, mas não poderia voltar para casa muito tarde.

Fiquei deitada de bruços. Ela deitou-se a meu lado e começou a acariciar minhas costas. Passava a língua e me mordia de leve até chegar às minhas nádegas. Em seguida começou a separar minhas nádegas e a lamber meu buraquinho. Vc. Não sabe como é gostoso ter uma língua invadindo seu traseiro. Ela lambia e enfiava um pouco a língua, enquanto metia 3 dedos dentro da minha xota. Quanto mais me lambia, mais eu me abria para trás. Parou de lamber-me e enfiou um dedo em meu traseiro. Em seguida enfiou outro, até que enfiou 3 dedos em mim e eu queria mais. Enlouquecida, eu dizia, “Mete gostoso, Patrícia. Põe a mão inteira, põe tudo na minha bunda, tira as minhas preguinhas!!!”

Ela mexia os 3 dedos dentro de mim e me massageava tudo por dentro. Aí não agüentei mais e pedi, “Enfia seu pau na minha bunda. Enfia devagar para não doer. Se doer, você tira, promete, meu bem? Não sei se você não vai me arrombar inteira” Patrícia lubrificou seu pau com bastante vaselina e começou a forçar minha abertura traseira. Senti uma dor aguda e gemi de dor. Patrícia tirou seu pau e me massageou com os dedos para me abrir um pouco mais. Em seguida, percebi que a cabeça do pau dele já tinha entrado, mas faltava todo o resto, e eu não iria agüentar esse mastro dentro da minha bunda. Comecei a gemer, “Chega, tira, tá doendo muito. Seu pau vai me arrebentar a bunda. Tira, mete na frente. Mete quanto quiser, mas mete na buceta. Tira, tá queimando tudo por dentro. Come minha buceta ou deixa que eu chupo seu pau. Chega, por favor, você está me rasgando. Vem, mete na minha buceta. Você já gozou nela”

Mas Patrícia não teve dó. De um só golpe, enfiou seu cacete até o cabo em meu cuzinho virgem. Ela fez o cabaço de meu cuzinho. Eu gemia de dor porque tudo doía e queimava por dentro, mas Patrícia continuava a meter em mim, enfiando e tirando o seu pau de meu buraquinho enquanto me acariciava a xota com os dedos.

Senti que Patrícia ia começar a gozar. Ela se arrepiou, enfiou o pau até o fim, fazendo sentir seu líquido quente dentro da camisinha e de meu cuzinho descabaçado.

De repente, meu gozo veio como uma cascata. “Estou gozaaaaaaaaaandoooooooooo, mexe esse pau na minha bunda, enfia tudo, mexe esse cacete. Me fode como nunca. Mete em mim, fode a sua cadela, come a bunda de sua putinha. Patríciaaaaaaaaaa.” Gozei tanto que manchei todo o lençol da cama dela.

Com o traseiro dolorido, sentei-me no sofá, paguei Bruna e perguntei a ela se também havia gostado. Ela me perguntou se não poderia trazer você para transar comigo e com você ao mesmo tempo. Ela disse que é só avisar e ir até lá de tarde para passarmos mais tempo juntas. Bruna também me disse que a minha namorada tem muita sorte por eu ser tão sensual O bom é que é tudo com camisinha, sem nenhum perigo.

Quero ver vc. chupando o pau de Bruna enquanto me enfia um vibrador na xota. Se quiser, posso tirar o cabaço de seu cuzinho com meus dedos e vibrador e preparar vc. para receber o cacete enorme de Bruna na frente e atrás. Se você não quiser, vai ser à força. Vou puxá-la pelos cabelos e enfiar sua boca em minha xota. Quero sentir sua língua no meu útero, quero que me faça gozar, com Bruna metendo em você. Então não poderá gemer de dor porque sua boca estará dentro de mim. Enquanto isso, quero amassar seus seios, beijar sua boca e lamber sua xota para beber o seu gozo, inteirinho.

Da sua Heloísa.

Report Story

byHeloisa© 0 comments/ 23146 views/ 1 favorites

Share the love

Report a Bug

1 Pages:1

Va rugam sa Dati un Calificativ Acestui Text:

Please Rate This Submission:

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Please wait

Forgot your password?

Please wait

Change picture

Your current user avatar, all sizes:

Default size User Picture  Medium size User Picture  Small size User Picture  Tiny size User Picture

You have a new user avatar waiting for moderation.

Select new user avatar:

   Cancel